Entre, fique à vontade!

Pode entrar, não fique tímida (o), fique à vontade porque este é nosso Ponto de Encontro para falar de Comidinhas de Bebê!

ROTINA DO MEU BEBÊ - DIETA - BANHO DE SOL - MÊS A MÊS

Antes de ler lembre-se que blog não substitui consulta médica. Esta rotina é somente específica do meu filho e que pode servir como base para você montar a sua JUNTO A SUA PEDIATRA OU NUTRIPEDIATRA, apesar de que eu nunca segui as dicas delas de dar mamada de 3 em 3 horas, eu dou a hora que ele quer e ponto final. Se estas informações forem úteis compartilhe com suas amigas pois precisamos divulgar este blog que tem mais de 1.000 receitas de comidinhas e que não ganha nada com isso, mas que tem um imenso prazer em ajudar o próximo. Gostaria de pedir que nos siga no INSTAGRAM e no FACEBOOK: Comidinhas de Bebê (por favor, compartilhe mesmo).

DIETA/ BANHO DE SOL MÊS A MÊS

              Observações:
Dar água nos intervalos;
Levar água para passeio (até de descer no play deve levar água);
Assepsia da gengiva com algodão molhado
Esterilização dos materiais utilizados.


6 MESES

AO ACORDAR: BANHO DE SOL (com sombra e exceto se for dia de chuva e vento forte)
FRALDA E CHAPÉU
5 MINUTOS

  
DIETA Bzão
6 MESES
VALIDADE: ATÉ 7 MESES 



07:00 LEITE MATERNO

09:00 FRUTA +  CHÁ ou SUCO ou ÁGUA ou ÁGUA DE COCO ou uma das receitas de lanche do blog @comidinhasdebebe 


11:00 ALMOÇO - Escolher um dos itens do A, B, C e D

  1. Carne de músculo, peito de frango sem pele
  2. Batata, beterraba, cenoura, berinjela, couve-flor, mandioquinha, chuchu, nabo, abóbora
  3. Agrião, alface, espinafre, repolho, vagem, couve, brócolis e quiabo
  4. Arroz, ervilha, lentilha, grão de bico, mandioca, farinha de soja, aveia

Cozinhar um dos A + B + C + D e temperar com: azeite de oliva, tomate, cebola

13:00  LEITE MATERNO

16:00 FRUTA +  CHÁ/ SUCO/ÁGUA/ ÁGUA DE COCO

19:00 LEITE MATERNO ATÉ DORMIR + MAMADA DOS SONHOS


7 MESES

DIETA Bzão
7 MESES
VALIDADE: ATÉ 8 MESES 


CAFÉ DA MANHÃ

07:00 LEITE MATERNO

07:30 BANHO DE SOL (10 MIN - DE FRALDA E CHAPÉU)

                     
LANCHE

·         PROTOVIT (COR AMARELA) 12 GOTAS (medicação somente do meu filho, prescrito pela minha pediatra)

09:00 FRUTA +  CHÁ ou SUCO DE FRUTA COM VERDURA CRUA ou SUCO DE FRUTA ou ÁGUA ou ÁGUA DE COCO ou uma das receitas de lanche do blog @comidinhasdebebe 


ALMOÇO

·         KALYAMON (COR ROSA) 5 mls (medicação somente do meu filho, prescrito pela minha pediatra)


11:30/12:00 Escolher um dos itens do A, B, C e D

A. Peixe, Fígado, ¼ Gema de Ovo (SÓ 2 X POR SEMANA foi o que fiz, entretanto a sociedade brasileira de pediatra já autoriza o uso do ovo inteiro aos 6 meses)), Carne de músculo, Peito de frango sem pele
B. Batata, beterraba, cenoura, berinjela, couve-flor, mandioquinha, chuchu, nabo, abóbora
C. Agrião, alface, espinafre, repolho, vagem, couve, brócolis e quiabo
D. Arroz, ervilha, lentilha, grão de bico, mandioca, farinha de soja, aveia

Cozinhar um dos A + B + C + D e temperar com: azeite de oliva, tomate, cebola, alho, coentro.

SUCO/ÁGUA

LANCHE

·         ULTRAFER (COR PRETA) 8 GOTAS (medicação somente do meu filho, prescrito pela minha pediatra)

14:00  FRUTA, IOGURTE

O que der pela manhã, não se repete a tarde

16:00 LEITE


JANTAR


18:30/19:00 SOPINHA LEVE DE VERDURAS/ MINGAU DE MILHO (FRESCO)/ MINGAU DE ARROZ/ MINGAU DE AVEIA/ AIMPIM/ BATATA DOCE/ BANANA TERRA

+

ÁGUA

20:00 LEITE MATERNO ATÉ DORMIR

8 MESES

DIETA Bzão
8 MESES
VALIDADE: ATÉ 9 MESES 


BANHO DE SOL
FRALDA E CHAPEU
10 MINUTOS


CAFÉ DA MANHÃ

07:00   Desde os 6 meses eu voltei a trabalhar então eu extraia meu leite materno e deixava na geladeira, mas aos 8 meses eu tinha que sair muito cedo e voltava tarde, tinha dias que cheguei a trabalhar 10 horas por dia então em conjunto com a pediatra decidimos usar o leite materno que tinha na geladeira, mas se acabasse era preciso usar o NAN.

Passei a fixar esta rotina na geladeira para a babá acompanhar a rotina dele.

240 mls de NAN para 8 meses

30 ml     = 1 medida
60 mls   = 2 medidas
90 mls   = 3 medidas
120 mls = 4 medidas
150 mls = 5 medidas
180 mls = 6 medidas
210 mls = 7 medidas
240 mls = 8 medidas

Sobre armazenar meu leite materno, veja neste link como fiz para extrair meu leite: http://www.comidinhasdebebe.com.br/2012/06/0-6-meses-ordenha-leite-materno-e-volta.html

                     
LANCHE

  • PROTOVIT (COR AMARELA) 12 GOTAS (medicação somente do meu filho, prescrito pela minha pediatra)

09:00    FRUTA ou  CHÁ/ SUCO DE FRUTA + VERDURA/ SUCO DE FRUTA/ÁGUA/ ÁGUA DE COCO ou uma das receitas de lanche do blog @comidinhasdebebe 

Dica: Misturar uma fruta com verdura no suco/ O que der pela manhã, não se repete à tarde.

ALMOÇO

  • KALYAMON (COR ROSA) 5 mls (medicação somente do meu filho, prescrito pela minha pediatra)


12:00     Escolher um dos itens do A, B, C e D

A. Peixe, Fígado, 1/2 Gema de Ovo (entretanto a sociedade brasileira de pediatra já autoriza o uso do ovo inteiro aos 6 meses), Carne de músculo, Peito de frango sem pele;
B. Batata, beterraba, cenoura, berinjela, couve-flor, mandioquinha, chuchu, nabo, abóbora;
C. Agrião, alface, espinafre, repolho, vagem, couve, brócolis e quiabo;
D. Arroz, ervilha, lentilha, grão de bico, mandioca, farinha de soja, aveia.

Cozinhar um dos A + B + C + D e temperar com: azeite de oliva, tomate, cebola, alho, coentro.

LANCHE

  • ULTRAFER (COR PRETA) 9 GOTAS (medicação somente do meu filho, prescrito pela minha pediatra)

14:00  FRUTA ou IOGURTE + ÁGUA


JANTAR


17:30/18:00 SOPINHA DE VERDURAS/ MINGAU DE MILHO (FRESCO)/ MINGAU DE ARROZ/ MINGAU DE AVEIA/ AIMPIM/ BATATA DOCE/ BANANA TERRA


MAMADA DOS SONHOS

23:00 MAMADA DOS SONHOS

9 MESES A 12 MESES


Eu já estava craque na rotina e então parei de fixar na geladeira a rotina acima, passei somente a fixar a lista de compras que não pode faltar na minha casa.

LISTA DE COMPRAS


Leite Artificial (marca indicada pela pediatra por causa daquele caso que te contei lá em cima aos 8 meses)
Frutas – laranja-lima, maçã, manga, pêra, mamão, melão
Água de coco (coco in natura)
Chá erva-doce
Carne músculo ou patinho ( até alcatra eu já dei aos 9 meses)
Peito de frango sem pele
Ovo orgânico – caipira
Arroz, ervilha, lentilha, grão de bico, aveia
Verduras – hortaliças: batata, beterraba, cenoura, berinjela, couve-flor, mandioquinha, chuchu, nabo, abóbora, agrião, alface, espinafre, repolho, vagem, couve, brócolis e quiabo.

Nos siga agora mesmo no instagram: @comidinhasdebebe e no facebook: www.facebook.com/criancassaudaveis



Arroz com folha da mostarda


Se você fica feliz em ganhar um bouquet de rosas, eu fico feliz em ganhar um ramalhete de folhas de mostarda, este foi um presente que ganhei na manhã de hoje. A folha é picante, mas ao ser cozida perde totalmente o ardor e fica uma delícia! 
 A receita leva: arroz integral e folha de mostarda ( para bebês não use sal), uma ótima pedida para crianças já que esta folha é medicinal e até cura anemia (se for por falta de ferro).

Para duas pessoas, bastou este pequeno pedaço (maridão não almoçou hoje conosco)


Olha quanta beleza numa única imagem, se tem furinho, tem bichinhos, se tem bichinhos é orgânico, isso significa que não levou pesticidas, agrotóxicos e nenhum veneno.


Picar desta forma e adicionar no arroz com água. (2 medidas de água para 1 de arroz, se for integral o cozimento é mais lento então 3 medidas de água para 1 de arroz integral)


Para acompanhar: ovo caipira! Bzão perguntou se é de dinossauro porque não havia conhecido ovo verde e então aproveitei para explicar a diversidade da vida orgânica.



Prontinho: Arroz com folha de mostarda, salada agridoce de carambola com tomates e mini cenourinhas, humus de feijão fradinho.
Uma refeição, limpa, responsável e saudável, ótimo para crianças ovovegetarianos e ovolactovegetarianos.


Um mega beijo no coração e até a próxima!
Aproveitem para seguir nosso instagram: @comidinhasdebebe e o facebook: www.facebook.com/criancassaudaveis



Uma bomba de proteína sem carne para seu bebê

A quiabada é um ótima refeição para bebês e para as mamães que podem comer a mesma refeição, em conjunto com o bebê.

Dica 1: Prefira os quiabos orgânicos;
Dica 2: Precisaremos saber escolher o quiabo. Devem ser novos e ao tentar quebrar a ponta deve soltar do quiabo;
Dica 3: Quanto mais verde e pequeno, melhor.



Precisaremos de:
 Temperos: tomate, coentro, cebola, cebolinha, alho e pimentão
 Quiabo;

Corte o quiabo em cubos, assim:









Para cozinhar, basta juntar todos os itens em uma panelinha com água (eu gosto de usar panela de cerâmica).



Para fazer o  arroz: Água e arroz no fogo, sendo duas medidas de água para uma medida de arroz (2 para 1). Simples assim.


Em relação ao feijão, lembre-se que entra na introdução alimentar aos 8 meses e somente o caldinho. Com o tempo, de forma gradual será introduzido o grão. O feijão deve ser deixado de molho por 6 a 8 horas para eliminar o Ácido Fítico ou Fitato que impede a absorção de alguns nutrientes.


Mojica para bebês

Você sabe o que é Mojica?

Um prato tipicamente Cuiabano que de uma mistura do peixe com a mandioca surgiu a “mojica de pintado” palavra de origem indígena que significa “o que vem do rio com mandioca”. No dicionário Mojica é "engrossamento de caldo ou mingau por meio de cozimento prolongado ou com a adição de qualquer fécula". E é justamente isso que acontece quando cozinhamos o peixe com a mandioca (aipim).

Vamos fazer?

Usei o pintado por ser o tradicional da receita e por não ter nenhuma espinha.

Tirei a pele do pintado, cortei as postas em cubinhos com na imagem abaixo.

Coloquei numa vasilha com os seguintes temperos: cebola, alho, 5 gotinhas de limão.




Depois levei ao fogo esta mistura com azeite de oliva e nada de sal.
O pintado vai soltando líquido e então adicionei mais água e a mandioca.



Vá mexendo mexendo para que fique um caldo grosso.
Ao final cheiro verde, misture bem e tire do fogo

Servi com feijão, arroz com cenoura e foi simplesmente um sucesso total aqui.

0 - 6 MESES - ORDENHA - LEITE MATERNO E VOLTA AO TRABALHO

Findou minha licença maternidade e por consequência é chegada a hora de voltar a trabalhar... quanto sofrimento... quanto dor... que vontade de não mais trabalhar. A dor da separação (ainda que temporária), o medo do bebê não se acomodar sem você, a insegurança, a sensação de que somente nós, mães, que saberemos cuidar do nosso filho. O ideal é planejar tudo previamente e minunciosamente, para que no dia da volta ao trabalho, você não fique preocupada com seu maior Tesouro. Por experiência própria, acalmo-lhes: ele ficará bem e a vida segue...tranquilamente. Aproveito para compartilhar como foi minha volta ao trabalho após a licença maternidade.

De 0 - 6 meses Bêzão se alimentou exclusivamente com leite materno. Exatos 6 meses e 1 dia começamos  com as papinhas doces e logo em seguida com as salgadas. Mesmo quando voltei a trabalhar, de longe (quase remotamente em face das minhas constantes ligações para casa, risos), continuei acompanhando as comidinhas dele, participando, deixando um cardápio na geladeira a ser seguido. Isso garante que sua maior Riqueza está sendo alimentado com os nutrientes necessários a esta etapa tão importante da vida.

Nos 30 dias que faltavam para eu voltar a trabalhar optei com extrair o leite com auxílio de uma bomba de elétrica, muito fácil de usar, muito prático de retirar. Nesta epoca eram 210 mls (esclareça com o pediatra do seu Tesourinho os mls recomendados aos meses e necessidade do seu bebê).

Existem potinho específicos que são vendidos em lojas específicas de amamentação (não podia ser de plástico, certo?), em Salvador conheço a Calma, situada na Pituba, procure na sua cidade um Centro específico para esta finalidade e receba as orientações de um especialista. Busquei orientações de uma Nutricionista especializada em Nutrizes que me aconselhou usar potes de Nescafé (de vidro). Foi necessário retirar o papelão que fica embaixo da tampa e esterelizar direitinho as duas peças - recipiente de vidro e tampinha. Secava naturalmente, sem usar pano. Colocava o leite extraído das mamas, tampava, adesivava com data e horário da retirada e colocava no congelador. Eu ficava atenta para o prazo de validade, pois no congelador são 15 dias. Cada parte da geladeira tem um tempo determinado para validade.


Apresento-lhe meu congelador, um manancial de leite, risos:



Perceba no adesivo: Data e Horário - A pessoa que fornecia o leitinho ao meu bebê utilizava o mais antigo, porém dentro da validade. Se há dois frasquinhos de leite datados no mesmo dia, deve-se fornecer, dentre os dois, o frasquinho do horário mais antigo.

A pessoa que fornece foi devidamente orientada  e quando eu retorno do trabalho, já em casa, faço uma checagem se foi rigososamente seguido como orientado.
 

Quantos! Eu era uma vaca leiteira Holandesa.  Bêzão deixou de mamar aos 11 meses e até hoje ainda tenho leite, acreditam?
 


Um filinha de leitinho aguardando o bezerrinho chorar.


 

Para descongelar, em banho-maria vou mexendo o potinho em movimentos circulares  para que o descongelamento seja uniforme.  

Abaixo o modelo da Bombinha que usei:



DICA DA MICHELE: 

OS DETALHES "BEM DETALHADOS" DA ORDENHA, POSSO PASSAR POR E-MAIL. OK MENINAS?   E vocês? Utilize os comentários deste post para deixar um testemunho da sua história de aleitamento e ajudar outra mamães. Eu também quero saber da sua história tá certo?

Outra coisa interessante é esse artigo do Portal Brasil sobre amamentação, muito útil para nós mães. 
Este artigo pode ser encontrado em: http://www.brasil.gov.br/sobre/saude/maternidade/pos-parto/amamentacao

Aproveite que seu bebê ainda está dormindo para fazer uma leitura rapidinha:



Segundo o Ministério da Saúde, desde a implantação do Programa Nacional de Incentivo ao Aleitamento Materno, no início da década de 1980, o tempo médio de aleitamento materno no país aumentou um mês e meio – de 296 dias, em 1999, passou para 342 dias, em 2008, em capitais e no Distrito Federal. O índice de Aleitamento Materno Exclusivo (AME) de crianças com menos de quatro meses também cresceu: passou de 35%, em 1999, para 52%, em 2008.


Esses índices mostram uma maior conscientização sobre a importância do leite materno, um alimento completo, que contém todos os nutrientes e sais minerais que o bebê precisa até os seis meses de idade. Por isso, antes disso não é necessário acrescentar nenhum outro tipo de alimento, como chás, sucos, água ou outros leites. Mesmo após ocorrer a introdução de novos alimentos, a amamentação deve continuar até os dois anos de idade ou mais.

Os benefícios do aleitamento materno são inúmeros. Além de estar sempre pronto, na temperatura certa e não custar nada, esse ato estimula o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê e é fundamental para a saúde de ambos. No caso materno, a amamentação contribui para a recuperação do útero, diminuindo o risco de hemorragia e anemia após o parto. O aleitamento materno também ajuda a reduzir o peso e a minimizar o risco de desenvolver, no futuro, câncer de mama e de ovário, doenças cardiovasculares e diabetes.


Para o bebê, além de ser de fácil digestão, o leite humano provoca menos cólicas e a sucção colabora para o desenvolvimento da arcada dentária, da fala e da respiração. Além disso, o leite funciona como uma vacina natural - que não substitui o calendário básico de vacinação -, protegendo a criança contra doenças como anemia, alergias, infecções, obesidade e intolerância ao glúten. Durante o período de amamentação, o ideal é que a mãe mantenha uma dieta equilibrada, consumindo alimentos saudáveis de todos os grupos alimentares, como frutas, verduras e legumes, ingerindo bastante água, sucos e chás. Já o consumo excessivo de sal deve ser evitado.Com relação ao uso de medicamentos, é importante saber que muitas substâncias podem ser prejudiciais ao bebê. Antes de tomar qualquer remédio, é preciso consultar um médico, que fará a melhor indicação.Para continuar amamentando depois de retornar ao trabalho, o ideal é manter o estímulo à produção de leite. Uma boa alternativa é ordenhar o leite durante o expediente, fazendo a retirada manual ou utilizando uma bombinha de sucção. O leite extraído pode ser guardado na geladeira por 12 horas e no congelador ou freezer por até 15 dias. Quando não estiver no trabalho, a mãe pode amamentar normalmente.


Um mega beijo para você e para o seu bebê, dá uma cheiroka bem gostosa no pezinho de bolo gostoso dele.
 

Trabalho neuromotor e autonomia

Os bebês adoram chupar carne, em especial quando não tem a dentição completa.

Este é o Léo, filho da Joyce e do Etorre. Ele segue a IA Tradicional, mas quando entra o BLW ele se delicia, o maior exemplo é o que vemos no vídeo.

Quando a carne entra em maior quantidade na boca muitas mães podem se assustar, mas é preciso ler mais sobre o gag reflex.

Vamos aprender a fazer? O primeiro passo é a vigília, é preciso ter um adulto monitorando para evitar o engasgo (leia mesmo sobre o gag reflex).

Pode-se cortar uma tira grande da carne para que ele possa segurar e chupar dos dois lados, isto porque a coordenação motora do bebê não está totalmente completa.

Não precisa ter dentes pois o grande barato do bebê é ficar chupando e mordendo a carne como se fosse um mordedor, eles ficam muito tempo se divertindo e em muitos casos a carne fica até branca! O quê está acontecendo neste ato? Um mega trabalho neuromotor de grande valia para o futuro do bebê, além do trabalho da autonomia em alimentar-se sozinho.

Um mega beijo no coração e até a próxima! 

video

Arroz com peixe para bebês

Para fazer o arroz com peixe é muito simples.
Numa panela no fogo adicione azeite de oliva, tomate sem pele e cebola, logo em seguida adicione o peixe (eu uso filé de pescada amarela ou o pintado), Logo em seguida adicione água e o molho caseiro de tomate (que já explicamos aqui), adicione mais água e logo em seguida o arroz.
Desligue o fogo quando estiver prontinho.

Um mega beijo no coração e até mais!

No centro tem mandioquinha com feijão e brócolis (aí é outra receita super saborosa, que vou postar em breve).

Macarrão com açafrão

Macarrão com açafrão.

Numa panela com água aguarde esquecer até borbulhar, esta é a temperatura ideal para adicionar o macarrão. Leia a indicação de tempo na embalagem e só desligue quando este tempo se aproximar.

Numa outra panela adicionei azeite de oliva, alho, cebola e tomate sem pele, levei ao fogo e adicionei duas colheres de água. neste momento coloquei uma mini colher de café de açafrão. 
Este é o molho do macarrão, já pode misturar o macarrão cozido a este molho.

Muito fácil de fazer, saudável e colorido.

Desenho animado serve de exemplo para crianças comerem melhor

Desenho animado em excesso atrapalha o desenvolvimento da criança, então desejo que a sua escolha seja educativa. Saiba escolher a melhor programação para seu pequeno e terás bons frutos. Sabemos que os pais da Peppa tem uma "Paciência de Jô" e que a garota porquinha é birrenta demais, mas aproveitemos os momentos educativos desta família: quando a mamãe Pig prepara panquecas podemos usar este exemplo na hora de fazer nossas panquecas e trocar a farinha de trigo por aveia. Não esqueça de dizer: esta é a panqueca da mamãe Pig. Outros exemplo podem ser encontrados nas programações, quando por exemplo, Iuri, personagem do Meu Amigãozão se permitiu experimentar espinafre. Hoje eu trago a Tati Tatu, uma "garota" Tatu de 5 anos que mora em Lajes - Rio Grande do Sul, um canal que vai bombar por sua simplicidade e conteúdo educativo, além de ser brasileiro. E você? Acha que os personagens prediletos podem servir de exemplo para crianças? Dê sua opnião. Mil beijos no coração!

video

Mingau de quinoa com banana

Você vai precisar de:

6 colheres de água e 1 banana em rodelas.
Esperar a banana amolecer.



1 xícara de leite indicado pelo pediatra.



2 colheres de quinoa em flocos.


Mexe bastante, espera criar consistência.
Desligue o fogo. Espere esfriar. Se delicie! 
Coma com seu bebê!



Biscoitinhos caseiros para escola


O sucesso desta receita depende desta regra: 
Fazer pequenas bolas, se fizer gorda e grande vai queimar por fora e não vai cozinhar por dentro.

Vamos aos ingredientes:

100g de manteiga
3 xícaras de farinha de aveia
2 ovos
1 xícara de açúcar demerara (bebês acima de 12 meses)




Como fazer:

Mistura tudo!


Faça bolotinhas pequenas e ficará assim após assado.


Você também pode decorar com carimbos das massinhas playdoll.


Ou com o pezinho de um dinossauro:



Aveia melhora a prisão de ventre, então cuidado para não dar muito.. senão relaxa demais!


Você pode usar sua criatividade e fazer com fubá de milho, no lugar da aveia, pode também acrescentar castanhas trituradas ou passas ou... ou.. use sua criatividade!
Guarde em potes de vidro fechados.
A cada dia coloque 3 unidades na lancheira do seu bebê.
Mil beijos no coração!


Esta receita tem muita saída e então levará o cobiçado selo "Aprovado por Bebê Exigente"!





10 motivos para não oferecer papinha industrializada ao bebê

Confira neste link http://www.essamae.com.br/2015/11/dez-motivos-para-nao-oferecer-papinha.html 10 motivos para não oferecer papinha industrializada ao bebê, publicada no blog Essa Mãe, cuja idealizada é a Jornalista Ingrid Dragone.

Aproveito a oportunidade para falar um pouquinho sobre este blog maravilho e cheio de conteúdo para todas nós mamães:




O blog Essa Mãe surgiu em maio de 2015 para dar vazão às novas inspirações que a jornalista Ingrid Dragone passou a ter após o nascimento da sua filha. O desejo de escrever sobre o sentimento materno ganhou ainda mais força com o incentivo das amigas (grávidas e até já mães) com as quais dividia as suas experiências como uma mãe de primeira viagem bem informada.

Foi assim, meio sem pretensão, que o blog Essa Mãe começou a conquistar o público feminino ávido por dicas e informações relacionadas ao universo (paralelo e complexo) das grávidas e mães. Todo o conteúdo postado no blog é resultado do dia a dia da autora, o que transmite naturalmente o conceito de uma página feita por uma mãe real, próxima das suas leitoras. Como num bate-papo informal entre amigas, ela indica produtos, serviços e conversa sobre a rotina materna, incluindo sentimentos e reflexões, com poesia e bom humor.

Ingrid Dragone é jornalista, formada também em Letras e especialista em comunicação mercadológica. O blog Essa Mãe veio coroar os seus 10 anos de jornalismo, rendendo a ela a atividade de colunista do portal de notícias e entretenimento iBahia (veículo de comunicação integrante da Rede Bahia, emissora afiliada à Rede Globo). Curiosa, sensível, inquieta e criativa, a jornalista reuniu em seu blog algumas das mais marcantes características da sua personalidade: a paixão pela escrita e pela fotografia, a mania de dar dicas, e o desejo de experimentar e pesquisar novidades. Mãe de primeira viagem, com todas as dúvidas e conflitos próprios dessa condição, ela demonstra em seu blog que não é PHD em maternidade, mas que a busca por informações, mesmo bem antes de engravidar, a deixou mais segura e preparada para a missão de mãe. Ingrid pediu demissão para cuidar da filha e mergulhou profundamente nesse universo, descobrindo habilidades e vocações traduzidas com muito amor e verdade em seu blog, uma página criada para que mamães apaixonadas troquem figurinhas.

Gostou? Então acesse agora mesmo:

No instagram: @blog.essamae

Papa de damasco hidratado

Em uma vasilha adicione o damasco seco em água e aguarde ser hidratado.
Ficará assim: Ele retornará ao tamanho e sabor original.

   

Amasse no garfo o damasco hidratado e adicione o leite indicado pelo pediatra ou nutricionista infantil.
É a melhor papinha do Brasil! Hummmm
 

Frutinhas para o halloween

Palitinhos de biscoito para fazer o cabo e a piaçava foi feita de melão. Faça hoje mesmo!


O famoso ícone do Halloween pode ser retratado em um maracujá. Deixe-o oco e recheie com a fruta que seu kid mais gosta.


Banana 'melecada" com iogurte natural, para fazer os olhos e boca, use passas.

Cabelo de Anjo

Para dois filhos bastam dois ninhos de macarrão tipo "cabelo de anjo".
Para apenas um bebê: 1/2 ninho de cabelo de anjo.

Comece o cozimento assim: Adicione os ninhos em água fervente:


Mexa durante o cozimento. Como não sei a marca que comprarás, leia na embalagem o tempo de cozimento.


Lave com água corrente para não grudar os fios.

 

Escorra em uma peneira


Vamos ao molho:
1 fio de azeite, cebola mini do mini do mini cubinho, bem "queninha" mesmo: 


Depois adicione tomate:


Sendo que o pimentão e hortelã são por último:


Agora o milho e o franguinho:


Por último o grão de bico já cozido.
Se você quer aprender a fazer qualquer grão veja esta postagem:




Um "tiquinho" de água para não grudar no fundo.


Os dois estão prontos:

 

Agora é só montar o pratinho:

 
 
Gostaram? Siga-nos no instagram @comidinhasdebebe e facebook: www.facebook.com/criancassaudaveis